Lifehacks

Qual a abordagem da Escola da Ponte?

Qual a abordagem da Escola da Ponte?

A Escola da Ponte é uma instituição pública de ensino, que atende alunos do Ensino Fundamental 1, 2 e Médio. Um de seus pilares é a participação dos estudantes. A ideia de promover a autonomia vai desde o espaço da escola, que não é fixo ou dividido em salas de aula, até o planejamento de suas atividades e aprendizado.

Qual é o papel do professor na Escola da Ponte?

O papel do professor Na perspectiva da Escola da Ponte, cada estudante deve definir seus próprios desafios e buscar resolver seus problemas, pedindo ajuda para quem pode ajudá-lo. O desenvolvimento de cada aluno é acompanhado por um tutor que deve fazer parte da comunidade escolar e é definido pela própria criança.

Qual a metodologia de ensino da Escola da Ponte?

Com um ensino baseado no incentivo à autonomia, a Escola da Ponte não divide os alunos em séries ou turmas. Lá, eles formam grupos de acordo com seus interesses para desenvolver projetos. Cada estudante passa por três núcleos conforme vai tornando-se mais autônomo: iniciação, consolidação e aprofundamento.

É uma escola com práticas educativas tradicionais tem como máxima o ensinar a liberdade responsável e a solidariedade?

É uma escola com práticas educativas alternativas, desde 1976, que se afastam do modelo tradicional. embora se insiram num método de Ensino designado por indirecto. Tem como máxima o ensinar a liberdade responsável e a solidariedade. Assim como os alunos são educados para serem cidadãos, exercitando a cidadania.

Como é feita a avaliação na Escola da Ponte?

“Na Ponte [Escola da Ponte] é bem diferente esse conceito de avaliação. Não existe repetência. A avaliação não tem o objetivo de aprovar ou reprovar. Não existem séries para a criança “passar de ano”.

Como a Escola da Ponte estabelece o currículo?

Na escola da Ponte, o currículo não existe em função do professor – é uma permanente referência do percurso de aprendizagem, permanentemente apropriada pelo aluno. O aluno é o sujeito do currículo. Na Escola da Ponte o futuro não é o escolar ou acadêmico, mas o futuro autobiográfico. Nem todos os currículos são vitae.

Quais as principais diferenças entre o modelo das escolas tradicionais e o modelo da Escola da Ponte?

A Escola da Ponte é bem diferente das tradicionais. Como ela funciona? JOSÉ PACHECO Lá não há séries, ciclos, turmas, anos, manuais, testes e aulas. Os alunos se agrupam de acordo com os interesses comuns para desenvolver projetos de pesquisa.

Porque Escola da Ponte?

Segundo o projeto educativo, a escola tem como pedagogia o “Fazer a Ponte”, que visa a formação de pessoas autônomas, responsáveis, solidárias, mais cultas e democraticamente comprometidas na construção de um destino coletivo e de um projeto de sociedade que potencialize a afirmação das mais nobres e elevadas …

Como a garantia da educação pode contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária?

A educação é imprescindível para a organização e principalmente inclusão social. Teoricamente, é através da educação que o indivíduo se tornará alguém mais tolerante e consciente acerca de seus próprios atos em relação aos outros.

Como funcionava a escola de Summerhill?

Uma escola para o aluno Summerhill destaca-se por defender que as crianças aprendem melhor se livres dos instrumentos de coerção e repressão utilizados pela grande maioria das escolas. Nela todas as aulas são opcionais, os alunos podem escolher as que desejam frequentar e as que não desejam.

Quando sinto que já sei resumo do filme?

O documentário “Quando sinto que já sei” registra práticas educacionais inovadoras que estão ocorrendo pelo Brasil. A obra reúne depoimentos de pais, alunos, educadores e profissionais de diversas áreas sobre a necessidade de mudanças no tradicional modelo de escola.

Como visitar a Escola da Ponte?

Ela é incansável! Caso tenha deficiência física e queira visitar a escola, saiba que é possível, mas não cometa os erros que cometemos. Entre no site da Comboios de Portugal com antecedência, pesquise tudo detalhadamente, chegue mais cedo no dia da viagem e exija a rampa, tanto na ida quanto na volta.

https://www.youtube.com/watch?v=MtGyHzIafLc

Share this post